Inicial

A PROBRIG

Um grupo de cidadãos de Ibiraci e região compreendendo a necessidade da participação com projetos efetivos na nossa realidade comunitária e contando com o apoio dos Drs. Célio Bertelli e Alcides Furtado, reconhecidas autoridades no Setor em toda a região, mais a participação de vários amigos e voluntários, criou uma OSCIP em nossa cidade, no dia 13 de março de 2004.

A ela foi dado o nome de “Protetores da Bacia do Rio Grande”, adequando-nos à nova ótica governamental que priorizará os interesses e características regionais por bacias hidrográficas.



O que é OSCIP?

Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

É uma qualificação especial, concedida pelo Ministério da Justiça, àquelas entidades da sociedade civil, sem fins lucrativos que, além de cumprirem determinados requisitos legalmente exigidos, tenham por finalidade social uma das atuações enumeradas na Lei Federal nº 9.790/99, conhecida como a Lei das Oscips.


Objetivos e Projetos

Dentre seus objetivos estatutários, a PROBRIG prioriza as ações de promoção da cultura, defesa e conservação do patrimônio histórico, artístico e ambiental. (Art.2º Parag. I)


A partir daí, sua estratégia de ação se concentra em resgatar, recuperar e preservar o Patrimônio Cultural e o Patrimônio Ambiental da nossa região.


Patrimônio Cultural

Considera-se hoje que o Patrimônio Cultural de um povo compreende as obras de seus artistas, arquitetos, músicos, escritores e sábios, assim como as criações anônimas surgidas da alma popular e o conjunto de valores que dão sentido a vida.

Composto por bens intangíveis, como a literatura, teorias cientificas e filosóficas, a religião, os ritos e a música, padrões de comportamento, etc.; e pelos tangíveis, que se dividem em bens imóveis (monumentos, edifícios, sítios arqueológicos, conjuntos históricos e paisagísticos como grutas, lagos, pontes, etc) e bens móveis (obras de arte, objetos de interesse arqueológicos, utensílios, vestuários, etc.); o Patrimônio Cultural é o acervo de conhecimento que acumulamos através do tempo em direção ao futuro.
Daí a relação intima entre os termos “Meio Ambiente” e “Patrimônio Cultural”.


Nossas casas e cidades, uma herança para o futuro

O passado tem suas lições para o presente, a maior delas é a dimensão humana e ecológica de suas construções. Tem de ser integrada ao dia a dia de cada um, não como a lembrança isolada de um tempo morto, mas fazendo parte, ativamente, da vida coletiva.


Meio Ambiente – EA – Educação Ambiental

As diretrizes expressas na Política Nacional de Educação Ambiental (EA) definida pela lei Federal nº 9.795 de 27/04/99, trazem orientações quanto aos princípios, aos objetivos, às linhas de atuação e às estratégias de implementação da EA.

É reconhecida como instrumento pelo qual “o individuo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à qualidade de vida e sua sustentabilidade”

Um dos principais objetivos da Educação Ambiental consiste em contribuir para a compreensão da complexidade do ambiente em suas condições ecológicas, econômicas, sociais, culturais, políticas, éticas e tecnológicas, de maneira a sensibilizara coletividade quanto à importância de sua organização e participação na defesa de todas as formas de vida. Pretende-se assim, incentivar a mobilização dos cidadãos a partir do reconhecimento das causas e das conseqüências dos impactos sócio-ambientais que afligem o planeta, buscando satisfazer necessidades fundamentais da humanidade ao mesmo tempo em que são respeitados os direitos das gerações futuras terem acesso a um ambiente saudável.